Drogas na música

Written by on 8 de outubro de 2018

O uso de substâncias enquanto escuta musica á algo histórico, ainda mais com o auxilio de músicas fazendo referências ao uso delas.

Hoje, a música está mais acessível do que nunca. Coincidentemente, as drogas ilícitas. Pesquisas apontam que artistas famosos podem estar contribuindo para o aumento das taxas de dependência. Mas qual estilo de música tem relações com às drogas ?

Uma pesquisa revela um cenário surpreendente.

0

Será que a música ficou pior ao longo do tempo com o crescimento no uso de drogas ?

Com dados coletados de várias fontes percebe-se que o uso cresce ou diminui conforme são mencionadas nas letras das músicas.

No entanto, início dos anos 90 coincidentemente com o sucesso da MTV, seus níveis cresceram até o final de 2013.

Pessoas achavam que o Rock ou o Rap eram diretamente associados as drogas, será ?

3

Existe até prêmios para artistas que mais fizeram referências á drogas, será que o seu artista favorito está nesta lista?

2

Existem várias exceções, por exemplo, banda de rock Kent, só eles tiveram 34 menções gravadas de heroína em suas letras, Fauve, musico suíço e cantor lidera a categoria de pílulas, sugerindo seu uso 67 vezes.

As mais mencionadas:

12

É relativamente fácil encontrar uma música que cite qualquer uma que você possa imaginar, a maconha ou cannabis é associada a quase todas as músicas, do reggae, do rap chegando no underground.

Mais de 30% de todas as menções em músicas analisadas em pesquisas referem-se à maconha. A cocaína segue em 22%, superando acid(LSD), pílulas, metanfetaminas, heroína e ecstasy.

A pesquisa revela uma lista com os artistas mais drogados de todos os tempos:

4

Nesta lista  Kottonmouth Kings leva o ouro no top 10, o próprio nome da banda hip-hop é uma clara revelação. Outros candidatos importantes incluem Eminem, que se tornou o inimigo público número um para pais incomodados por letras de comportamento degenerado no final dos anos 90 e início dos anos 2000.

Outro dado importante é a relação do tipo de droga com o estilo musical

13

As exceções são folk, que favorece a cocaína, e jazz, que é intimamente associado ao acid(LSD). Alguns músicos de jazz até mesmo marcaram seu estilo como “acid jazz”, subgênero conhecido por incorporar elementos de soul, funk e disco, também tivemos o “acid Techno ” criado no final dos anos 80.

Outro tipo de droga que não entrou nesta pesquisa foi sonora, pois é , existe, é possível ter alucinações e alterações de níveis de consciência graças à influência de ondas sonoras, calma não é qualquer música ! Existem algumas faixas específicas que prometem causar esses distúrbios visuais – dá até para baixar um programa e experimentar os efeitos prometidos pelo I-doser.

8

Quando se escuta esses sons com fones de ouvido estéreo, após alguns minutos o ouvinte sente a diferença, em teoria, ele faz com que as ondas cerebrais fiquem sincronizadas com as ondas sonoras que a pessoa escuta.

É possível comprar diferentes tipos de áudio, que prometem efeitos diferentes como “primeiro amor” e “orgasmo” , eles estão entre os mais procurados.

O site, que existe há 10 anos, já vendeu mais de 1 milhão de sons bizarros que prometem mexer com o humor e a libido, acabar com a insônia e, claro, simular efeitos de drogas como maconha, cocaína.

As tais “drogas digitais” criaram bastante polêmica quando começaram ser conhecidas. Resolvi experimentar e sentir os efeitos desta droga moderna, baixei a opção free.

14

Clicando em carregar dose aparecem 3 opções, experimentei o álcool.

15

16

Um gráfico mostra o progresso da dose de álcool, convertido em tempo, o arquivo de “álcool” tem a duração de 35 minutos. No final a sensação é de ressaca, zumbido no ouvido, dor de cabeça, característico de uma ressaca.

De fato estas drogas futurísticas funcionam, isto é sério, imaginem músicas eletrônicas com essas ondas especiais inseridas em suas produções? Imaginem um festival como o Tomorrowland que reúne 180 mil pessoas em 3 dias com dj´s cocando drogas em forma de música, seria um estrago gigantesco.

Se considerarmos a arte como um desenvolvimento da cultura, é muito fácil ver como os músicos estão se tornando mais diretos sobre seus hábitos, a arte é poderosa, estamos vivendo um momento em que a realidade se mistura com a virtual, drogas do futuro, etc., de fato é um tema que rende longas discussões.

Até o próximo post !

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


FuseWebRadio

Muito + Underground!

Current track
TITLE
ARTIST